Octans Aircraft participa de Workshop para a reestruturação do regulamento Brasileiro da Aviação Civil desenvolvido pela Anac

O evento tinha como principal objetivo apresentar e esclarecer as principais mudanças ocorridas nos requisitos para certificação de aviões submetidos ao RBAC 23


Aumento da segurança, incentivo à inovação, simplificação de processos e redução dos custos na certificação da aviação geral. Estas foram as principais motivações apresentadas por Mario Igawa - Gerente Geral de Certificação de Produto Aeronáutico - e sua equipe, para a reestruturação da parte 23 do Regulamento Brasileiro da Aviação Civil (RBAC), durante o Workshop que aconteceu no dia 11 de abril, nas dependências da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em São José dos Campos (SP).

O evento promovido pela agência que regula a aviação civil no Brasil teve como objetivo apresentar e esclarecer as principais mudanças ocorridas nos requisitos para certificação de aviões submetidos ao RBAC 23, aplicável para aeronaves com peso máximo de decolagem menor que 8.620 kg e capacidade de transportar até 19 passageiros. Também foi apresentado o cenário atual da aviação geral, além de aspectos técnicos e normativos da proposta.

Com cerca de 80 participantes, o Workshop contou com a presença de representantes da aviação certificada, aviação experimental e membros da própria ANAC.

A revisão das regras é uma tendência mundial no setor e já é adotada por autoridades de aviação civil dos Estados Unidos (FAA - Federal Aviation Administration), Canadá (TCCA – Transport Canada Civil Aviation) e União Europeia (EASA - European Aviation Safety Agency).